Skip to content

NanoSIMS 50L

Microssonda SIMS para Análise Isotópica e de Elementos-traço em Alta Resolução Espacial
A NanoSIMS 50L é uma microssonda iônica exclusiva que otimiza o desempenho de análises da SIMS em alta resolução lateral. Baseia-se em um projeto óptico coaxial do feixe de íons e na extração de íons secundários, e em um analisador de massa de setor magnético original com multicoleta.
  • Visão geral do produto +


    A NanoSIMS 50L fornece simultaneamente as principais métricas de desempenho que só podem ser obtidas individualmente com qualquer outro instrumento ou técnica conhecida:
    • Alta resolução espacial de análise (até 50 nanômetros)
    • Alta sensibilidade (ppm na geração de imagem elementar)
    • Alta Resolução de Massa (M/dM),
    • Aquisição paralela de sete massas
    • Aquisição rápida (modo CC, não pulsado)
    • Análise de amostras eletricamente isolantes sem problemas.
    E graças às recentes melhorias, a reprodutibilidade da razão isotópica de alguns décimos de permilagem agora já pode ser alcançada.

    Outras áreas de aplicações

    Microbiologia:

    A NanoSIMS 50L abre novas possibilidades para a análise filogenética (com FISH ou El-FISH) e função metabólica (usando marcação isotópica estável) de células isoladas em estudos de comunidades microbianas mistas do ambiente.

    Biologia celular:
    A capacidade de resolução de 50 nm e razão isotópica da NanoSIMS 50L permitem a medição intracelular de acúmulos e fluxos de moléculas marcadas com isótopos estáveis

    Geologia e ciências espaciais:
    A NanoSIMS 50L permite medições isotópicas e elementares precisas de áreas submicrométricas profundas, grãos ou inclusões de partículas de poeira interplanetária, meteoritos e seções minerais. Ao trabalhar em várias configurações de copo de Faraday e com tamanho do ponto de alguns µm, o instrumento fornece medições da razão isotópica com precisão e reprodutibilidade externa de até alguns décimos de permilagem.

    Pesquisa de Materiais:
    Graças à sua alta sensibilidade em alta resolução de massa (sem interferência de massa), a NanoSIMS 50L permite obter imagens e quantificar elementos-traço (dopante) com a resolução lateral de 50 nm da SIMS, mesmo em materiais isolantes elétricos. Todos os elementos, exceto os gases nobres, são acessíveis, do hidrogênio ao plutônio.

    O NanoSIMS 50L foi projetado originalmente pelo Prof. G. Slodzian da Universidade Paris-Sul, na França.
  • Veja o que o NanoSIMS pode fazer +

  • Download de documentação +

  • Usuários do NanoSIMS em todo o mundo +

    Abaixo estão os links de alguns de nossos usuários de NanoSIMS
    Se o seu site não está na lista e você gostaria que ele aparecesse nessa página, entre em contato com cameca.info@ametek.com.

    Stanford Nano Shared Facilities (SNSF), CA, EUA
    A NSF fornece instrumentação científica compartilhada, instalações laboratoriais e suporte de pessoal especializado para possibilitar pesquisas multidisciplinares e educar futuros cientistas e engenheiros.

    NASA, Astromaterials Research & Exploration Science, Houston TX, EUA
    Os cientistas do ARES são dedicados à pesquisa de astromateriais (meteoritos, poeira cósmica e interplanetária, vento solar e rochas lunares), exobiologia e geoquímica orgânica. Eles usam um NanoSIMS 50L para obter diferentes perspectivas sobre processos do início do sistema solar e evoluções estelares.

    Chalmers University of Technology, Escandinávia
    O NanoSIMS 50L em Gotemburgo é o primeiro desses instrumentos na Escandinávia. O NanoSIMS é adequado para uma ampla variedade de aplicações, tais como análise de contorno de grãos, caracterização de fissuras por corrosão sob estresse, imagens sub-celulares de drogas/peptídeos e estudos de fixação de nitrogênio em bactérias.

    UPFL: Université Polytechnique Fédérale de Lausanne, França
    Laboratório de Geoquímica Biológica LGB. Estabelecido em 2012, o LBG possui atualmente cerca de 15 cientistas seniores, pós-doutorados, doutorandos e mestres trabalhando em projetos de pesquisa na interface entre geoquímica de isótopos, mineralogia e biologia.

    TUM: Technische Universität München, Alemanha
    Departamento de Pesquisas em Ecologia e Gestão de Ecossistemas. O solo é o elo de foco e ligação entre os ciclos de informação, matéria e energia da hidrogeosfera e atmosfera. A matéria orgânica do solo, partículas de argila e óxidos de ferro são os reagentes mais importantes em solos, criando uma complexa interface físico-química. (…)

    Helmholtz Centre for Environmental Research – UFZ Leipzig, Alemanha
    Departamento de Biogeoquímica de Isótopos.
    Qual é o papel dos processos biogeoquímicos na funcionalidade de ecossistemas geridos de forma sustentável? Como as leituras de isótopos estáveis podem auxiliar na compreensão do destino de substâncias químicas em ambientes anóxicos, como sistemas aquíferos do solo, sedimentos de água doce e de águas profundas e bioreatores? (…)

    CalTech Center for Microanalysis, EUA
    O Centro de Microanálises da Caltech possui um IMS 7f-GEO e um NanoSIMS 50L, que permitem a microanálise especializada de materiais geológicos, meteoritos e sintéticos. Os projetos de pesquisa realizados no CCM são muito variados, desde cosmoquímica a estudos experimentais sobre alterações climáticas, geocronologia, estudos in situ de comunidades microbianas, engenharia de ciências de materiais, etc.

    Center for NanoImaging, Brigham and Women's Hospital, EUA
    Nossa missão é ampliar a espectrometria de massa de imagens de multi-isótopos - ou MIMS - para novas áreas de pesquisas biológicas e biomédicas, incluindo estudos translacionais humanos conduzidos no Hospital Brigham and Women e em centros médicos colaboradores.

    Washington University in Saint Louis, MI, EUA
    O Laboratório de Ciências Espaciais da Universidade de Washington recebeu o primeiro NanoSIMS em 2000. Projetos de pesquisa abrangem grãos pré-solares, partículas de poeira interplanetárias, geoquímica de meteoritos, etc.

    Utrecht University, Holanda
    Desde 2013, a Universidade de Utrecht hospeda a unidade nacional holandesa para análises, in situ e de alta resolução, de isótopos e elementos de materiais naturais, apoiando pesquisas em biogeoquímica e ecologia (microbiana), reconstruções paleoambientais e climáticas, ciências da Terra sólida e planetárias.
    > Veja um vídeo sobre NanoSIMS

    Manchester University, School of Materials, Reino Unido
    O NanoSIMS 50L é um componente importante da Unidade de Caracterização Multidisciplinar, sendo aplicado em uma ampla gama de projetos em pesquisas avançadas de materiais, investigações geológicas de interesse para os setores nuclear, de petróleo e gás, estudos de materiais terrestres e também no rastreamento de processos bioquímicos em micróbios e plantas.

    Max Planck Institut, Bremen, Alemanha

    O Instituto Max Planck de Microbiologia Marinha de Bremen possui o primeiro NanoSIMS dedicado a microbiologia ambiental.

    Leibniz Institute for Baltic Sea Research (IOW), Warnemünde, Alemanha
    O NanoSIMS 50L da IOW é aplicado a uma ampla gama de pesquisas, de microbiologia e medicina a análises de partículas e ciências do solo.

    Environmental Molecular Science Laboratory, Richland, WA, EUA
    A EMSL, uma unidade nacional de usuários científicos no Laboratório Nacional do Noroeste Pacífico, possui um modelo NanoSIMS 50L desde 2011.
    > Veja um vídeo sobre a pesquisa de partículas de ar no EMSL

    Faculty of Life Science, University of Vienna, Áustria
    Inaugurado em fevereiro de 2010, o laboratório do NanoSIMS 50L se encontra dentro da principal unidade de pesquisas avançadas de isótopos. Sob a liderança de Michael Wagner, o Departamento de Ecologia Microbiana é um dos principais centros mundiais de microbiologia de célula única e estudos de microorganismos em ecossistemas selecionados.

    Institut Curie, Orsay, França
    Imagem analítica da célula por espectroscopia de massa de íons secundários (microscopia SIMS). Introdução: "Dos vários métodos analíticos desenvolvidos em microscopia durante a segunda metade do século, a imagem por SIMS é provavelmente uma das mais poderosas e sofisticadas. Originalmente introduzido ... " Link para o artigo completo.

    Physical Research Laboratory, Índia
    Conhecido como o berço das Ciências Espaciais na Índia, o Laboratório de Pesquisa Física (PRL) foi fundado em 1947 pelo Dr. Vikram Sarabhai. Como uma unidade do Departamento Espacial do governo da Índia, o PRL conduz pesquisas fundamentais em áreas especializadas de física, ciências atmosféricas, ciências espaciais, astronomia, astrofísica, física solar, geociências e ciências planetárias.

    Centre for Microscopy, Characterization & Analysis, UWA, Perth, Austrália
    Fundado em 1970, o CMCA fornece infraestrutura fundamental para pesquisas em microanálises e microscopia de íon, elétron, laser e luz a universidades, governos da Austrália Ocidental e indústrias locais. Atualmente, ele tem dois instrumentos de sondas iônicas CAMECA, o NanoSIMS 50, instalado em 2003, e o mais recentemente adquirido IMS 1280.

    LIST, Luxembourg institute of Science and Technology, Luxemburgo
    O Instituto de Ciências e Tecnologia de Luxemburgo (LIST) é uma Organização de Pesquisa e Tecnologia (RTO) que desenvolve tecnologias avançadas e fornece produtos e serviços inovadores para a indústria e a sociedade.

    Max Planck Institute for Chemistry, Cosmochemistry Department, Mainz, Alemanha
    O Departamento de Cosmoquímica é formado por vários grupos de cientistas e técnicos cujos interesses e atividades de pesquisa abrangem uma ampla variedade de campos em ciências cosmoquímica e espacial. Muitos resumos no campo da astrofísica podem ser baixados em formato pdf.

    The Department of Materials, University of Oxford, Reino Unido
    O CAMECA NanoSIMS 50 é uma unidade de imagem química de alta resolução que une a sensibilidade de um SIMS dinâmico a uma resolução lateral de cerca de 100 nm. Nosso equipamento foi entregue em agosto de 2002 e é usado em uma ampla gama de projetos de análise de materiais metálicos, semicondutores, poliméricos e biológicos.

    Institut de Minéralogie, de Physique des Matériaux et de Cosmochimie (IMPMC), França
    O IMPMC é particularmente notável em sua abordagem multidisciplinar. Isso significa que a maioria dos tópicos é estudada por pesquisadores de diferentes campos de experiência - física, ciências da Terra ou biologia. Plataformas experimentais e conhecimentos técnicos e científicos são aplicados para conduzir pesquisas sobre as interações entre o mundo vivo (incluindo bactérias) e o mundo mineral.

    Lawrence Livermore National Laboratory, California, EUA
    Ciências espaciais, de materiais, biológicas.
  • Programas +

    • WinCurve dataprocessing sofware
      WinCurve

      Desenvolvido especificamente para os equipamentos SIMS da CAMECA, o WinCurve oferece poderosos recursos de visualização e processamento de dados em um ambiente intuitivo.

      Continuar lendo

    • WinImage Software
      WinImage II

      Desenvolvido especificamente para os equipamentos SIMS da CAMECA, o WinImage II oferece poderosos recursos de visualização, processamento e impressão de imagens no PC-Windows? Ambiente.

      Continuar lendo

    • APM Software
      APM

      A Medição Automatizada de Partículas (APM) é a ferramenta de software da CAMECA que permite rápida varredura de milhões de partículas, detecção de partículas e caracterização isotópica.

      Continuar lendo

  • Publicações sobre NanoSIMS +


    Está disponível para download uma planilha Excel com uma compilação de artigos científicos, utilizando dados da NanoSIMS. Os artigos estão ordenados pelas aplicações principais abaixo e podem ser encontrados facilmente com as funções de busca de palavras do Excel:

    • Partículas atmosféricas / Aerossóis
    • Biomineralização / Paleoclima
    • Biologia Celular
    • Microbiologia Ambiental
    • Geologia / Meio Ambiente
    • Geocronologia
    • Paleobiologia / Evolução
    • Cosméticos e Farmacologia
    • Ciências Planetárias
    • Planta
    • Solo
    • Materiais
    • Instrumentação / Metodologia
    Faça o download da planilha aqui: Compilação de artigos científicos sobre NanoSIMS

    Fale conosco pelo e-mail cameca.info@ametek.com caso não consiga acessar alguns arquivos PDF por conta própria. Você também é mais que bem-vindo para nos enviar quaisquer referências, pdf e suplementos que estejam faltando!
  • Kits de upgrade +

    COLUNA PRIMÁRIA

    RF-plasma O-: Fonte de íons primários O- de alto brilho
    Substitui a fonte de íons O- do duoplasmatron. O maior brilho da fonte de íons de plasma RF permite obter densidade de feixe de O- e resolução lateral similares às da fonte de Cs+.

    D1 5-Slits_NS: Cinco ranhuras de diafragma de abertura D1
    A faixa de abertura da lente objetiva/imersão aumenta a flexibilidade aumentando a escolha do diâmetro de 4 para 5 tamanhos.

    EXLIE Pre-implant_NS: Energia extrema de baixo impacto
    O bombardeamento de amostras com energia extremamente baixa (25 - 500 eV) permite a pré-implantação/limpeza sem consumir a superfície superior de amostras ultrafinas.

    High Current Column_NS: Coluna de íons primários de alta corrente
    Permite uma maior corrente máxima do feixe de Cs+ (até 20 nA em vez de poucos nA).
    Usa permissões de corrente maiores para aplicar vários FCs em vez de EM e melhorar a reprodutibilidade da taxa de isótopos.

    VÁCUO

    Pfeiffer Turbo: Substituição das três bombas turbomoleculares
    Substitua as três bombas turbomoleculares Varian / Agilent por modelos Pfeiffer equivalentes e com excelente confiabilidade.

    Load-lock Productivity Enhancement: Substituição da bomba turbo padrão se for de trava de carga
    Para laboratórios que exigem cargas não programadas e análise rápida, a bomba turbo padrão de 80 L/s da trava de carga pode ser substituída por uma bomba turbomolecular de 300 L/s. O tempo necessário para alcançar 1 E-6 mbar na trava de carga é então tipicamente reduzido em x3, de ~ 120 min,. para ~ 40 min..

    ANALISADOR DE MASSA

    EM Preamplifier Gen2_NS: Cinco novos discriminadores pré-amplificadores EM
    Melhoria da amplificação eletrônica de pulsos de íons para contagem de íons.
    Configurações mais confiáveis​e ajustes de discriminador/limites para razões isotópicas mais reprodutíveis.

    Internal Multico Gen2_NS: Nova multicoleção interna
    Maior confiabilidade e menos curto-circuitos e bloqueios devido a cabos móveis.

    Low Noise Preamplifier_NS: Multicoleção Geo Faraday : pré-amplificador de baixo ruído para FC#1
    Razões isotópicas FC-EM precisas.
    Menor ruído/fundo para o copo de Faraday, resultando em melhor reprodutibilidade e maior faixa de detecção de corrente em FC.

    Multico Triple Faraday_NS: Multicoleção triplo Faraday
    Três FCs em vez de um.
    Permite medir as razões isotópicas em múltiplos FCs com reprodutibilidade subperil, geralmente registrados com ponto alto (poucos nA) e micro.

    NMR H/D_NS: Sonda NMR adicional para hidrogênio
    Estabilidade de linhas de baixo espectro de massa.
    Uma terceira sonda NMR dedicada é adicionada, melhorando a estabilidade do campo magnético do analisador para obter alta reprodutibilidade nas razões de H.

    IMAGENS

    Optical Microscope Gen2_NS: Microscópio óptico aprimorado
    Substituição de iluminação e microscópio óptico para tornar mais uniforme o sistema de luzes, câmera digital, melhor resolução e zoom numérico.

    SED_NS: Detector secundário de elétrons
    Imagens eletrônicas secundárias para localizar partículas pequenas e obter bom contraste para complementar imagens SIMS.

    ELETRÔNICOS

    32b_Acquisition Board_NS: Placa de contagem de 32 bits
    Substitui a versão anterior de 16 bits e é necessária para o controle remoto através da internet usando o Team Viewer.
    Não há mais saturação em imagens SIMS e a digitalização mais rápida diminui os problemas de carregamento.

    SISTEMA DE DADOS

    PC automation_NS: Upgrade do controle de PC-Windows
    O sistema SUN não é mais suportado e será substituído por uma automação do PC-Windows.
    Novas funções disponíveis na versão para PC.

    Software Version Update_NS: Versão de software atualizada
    Última versão de automação de PC para remoção de problemas, criação de novas funções e instalação de alguns upgrades.

    Control Duplication_NS: Duplicação do controle do NanoSIMS
    Controle do instrumento a partir de uma sala de operação separada (<15 m), com teclado da CAMECA em ambas as salas.
    Permite conforto operacional otimizado (ruído reduzido, controle separado de T°C)

    Additional WinImage II_NS: Licença adicional de software de 64bit WinImage II Off-line PC
    Processamento de imagens do SUN e dados do PC. Dongle para múltiplos usuários.

    AUTOMAÇÃO

    DUO Auto Valve_NS: Automação da válvula de escape do duoplasmatron
    Permite o fechamento da válvula de escape no final da operação autônoma quando se utiliza o duoplasmatron para uso mais prolongado da fonte duo entre desmontagens para limpeza.

    Full MDA_NS: Abertura e automação hexapole
    Automação de ranhuras e aberturas para melhoria da reprodutibilidade, acesso por usuários de nível inferior, encadeamento de limpeza/operação, conforto de uso. 

    PORTA-AMOSTRAS, LANÇADEIRAS e TRANSFERÊNCIAS

    Sample-holders_Shuttles_NS: Uma lista de porta-amostras e lançadeiras está disponível aqui.
    Contate o pessoal de pós-venda para fazer pedidos.

    Magnetic Transfer Rod:  Duas hastes de transferência magnética
    Transferência da lançadeira, com seu porta-amostras, da trava de carga à fase de análise.

    Você também pode verificar as versões de software disponíveis para o seu instrumento.

    Não hesite em contatar seu representante local ou o departamento de vendas da CAMECA para obter mais informações.